31 de maio de 2014

Nasceu uma flor !



Uma flor nasceu sozinha na rua,
passem de longe pessoas, 
carros ou animais e outros mais..
Flor ainda desbotada,
iludindo os transeuntes, 
rompendo a calçada.
Silenciem-se vós,
garanto que nasceu uma flor,
paralisem-se os negócios.
Não se percebe suas cores.
As pétalas ainda fechadas.
Ainda não emana perfume.
Seu nome não vem nos livros.
É feia, 
mas é uma flor que nasceu na rua!

by mghorta



Amar é...


...sorrir por tudo,
é ficar triste por nada,
é estar só no meio da multidão,
é o ciume com sentido,
é a necessidade de carinho,
é abraçar por todos os motivos,
é beijar com ganas,
é passear com felicidade,
é ser feliz com verdade!

by mghorta  (citando Albert Camus)


Jardim de amor.


Entra e sente o perfume
das minhas flores,
sou o teu amado,
tua doce companhia.
Toca-me com carinho,
sente a suavidade
das minhas pétalas.
Ambos moldaremos
os canteiros de nosso jardim.

by mghorta


Olhares.


Poderia até afirmar que não te amo,
mas meus olhos estarão,
te falando do meu amor,
detalhadamente com pormenores.

by mghorta

Felicidade !



Com minha alma nua
persigo a libelinha
na magia das suas asas
procurando a felicidade.

by mghorta


Ébrio de amor.


Embriago-me na tua beleza,
perdi-me com teus encantos,
sonho com um por do Sol a dois,
imaginando teus cheiros,
guardando teus toques.

by mghorta

28 de maio de 2014

Choro !


Choro com veneno nos olhos,
tanto pela saudade como pelo feitiço
desterrando o poema que traço
enquanto pelo desamor que vivo
descaso no meu peito cansaço. 

Choro com veneno nos olhos,
com consequente dor calma
tal como o desgosto vence o amor
na ansiedade de te encontrar pela rua
com pedras na mão, sinto tua alma nua.

Deixas vestígios de lágrimas e sangue,
gritos silenciosos, pudores e vontades.
Não passo de ser poema descarnado,
não quero ser guardado, 
nem lido muito menos encantado.

Choro com veneno nos olhos,
na frescura lembrança do amor sentido
como que fosses tempestade,
fazendo esvoaçar pétalas floridas,
correndo forte com momentos de olhares.

Choro com veneno nos olhos,
seja no poema que traço,
seja no que nego,
seja no descaso,
como forte magia do meu penar
escorrendo na boca o amargo
relembrando dos teus lábios
tão sedentos e bons de beijar.

Nas noites paira o cheiro da chuva,
sinto a terra humedecida,
nem mesmo vejo o luar,
lembranças de promessas de amor,
esquecendo-me de amar,
sozinho  e abandonado
pensando na vida,
que tanto me faz penar.

by mghorta  (citando Gustavo Sinder)


VAI-TE EMBORA MÊS DE ABRIL !


Terei eu mais que mil razões para dizer; 
VAI-TE EMBORA MÊS DE ABRIL !
Serás sempre o mês de dor, onde eu sofria duplamente, por mim e por ti querida Mãe que partiste, mas não de mim, moras em mim e as saudades são tantas que a dor não apaga. 




Tu mês de Abril, és um vilão de uma enormidade enorme que me deixas cada vez mais só, és o carrasco da minha dor, nem por um momento tiveste compaixão de mim, eu no leito enfermo e dorido, agiste sem dó nem piedade e me deixas-te só, abandonado e mais pobre, roubaste-me minha querida Mãe quando eu mais precisava dela.

''Tu não foste a Primavera
que põe os campos floridos,
foste a estação mais severa
deixas-te nossos corações sofridos.

Foste mau e violento mês de Abril,
roubaste-me o melhor que Deus me deu,
não foste bonança nem águas de mil,
foste para mim inferno e tudo em mim morreu.''

O tempo, esse não pára de alguma forma, corre que nem louco, parece que foi ontem, ou será que não foi!

Pura ilusão que a saudade deixou em nossos corações manos, netos, sobrinhos, primos e restantes familiares que permanece infinitamente em nós.

Mas foi mais precisamente ontem, dia 18 de Abril 2011 que Deus levou do nosso convívio o ser mais maravilhoso que tivemos entre nós que com carinho soletrávamos o seu nome Mãe Adelaide com o carinho que ela sempre necessitou. 
Mãe, partiste para sempre para junto Dele, mas estás em meu coração e nos restantes que te amaram.
Recordo-me com saudade de teus sorrisos, teus carinhos, teus ralhos, teus conselhos e tudo o que me ensinas-te bem, a ti te devo tudo o que sou, passaram estes anos mas as Saudades são tantas que para mim foi ontem, hoje ou até mesmo foi agora.

A revolta diária que estala em meu coração de não me ter despedido de ti me magoa tanto que minha vida por vezes mais parece um abismo, fica inócua e por vezes sem qualquer sentido de continuar vivendo.

Partiste Mãe, mas estás em nosso meio, estamos doridos e a saudade é tanta, que Deus sabe que um dia estarei perto de ti, até lá Mãe por favor, olha por mim e por teus mais queridos, e quando o homem da factura me quiser levar, aí estarei junto de ti Mãe, seja onde for mas sei que será um lugar eternamente florido porque foi no Mês de Abril.

Teu saudoso filho Mãe.

Martinho



27 de maio de 2014

Erros do passado !


Não tenho jeito para escrever
nem mesmo para  falar
nem sei esconder tanta dor
que tanto acabou por me abalar.

É pena, é triste mas aconteceu
o tempo minha vida levou
em modo de fogo e fumaça
e tudo no meu mundo abalou.

Tanto inimigos como amigos
juntos procurámos a felicidade
fui enganado pelos costumes
nesta fatídica cidade.

É pena, é triste mas aconteceu
Lamentável
Nada mais acrescento
apenas aguardo o facto
entretanto espero que não mais aconteça.

by mghorta



22 de maio de 2014

Mundo dá voltas.


Oportunidades !



Distância !


A distância é um espaço que divide corpos em dois, é saudade que se mede pelos passos que dá ao fugir dela.
Distância que faz do horizonte não ser admirado, caminho e não querer seguir, é uma enormidade quando o sonho se esvai.
É sinónimo de tempo em que nada sabemos, mas aumenta o sentir e o que pensamos.
Distância é quando pensamos nos outros e não encontram ponte para transpor.
Pergunto; 'ponte que nos aproxima ao jeito de amar e serenidade? Pensamento com jeito ou forma de quem gosto e querer abraçar com carinho?
Será que estamos assim tão distantes que não possamos ser inteiros?
Não sermos nós e sem termos tema de conversa apesar de saber que nos gostamos?'
Tem sentimentos que as línguas não tem fronteiras, solta dentro de nós a vontade para um futuro feliz apesar de saber que a distância seria obstáculo sempre e que habita em nosso interior, dentro e imerso, dissolvendo-se os limites que nos separam.
São pensamentos feitos da mesma essência do mesmo encontro quando o amor desagua no oceano.
Lá navegamos ao sabor da vela em que só se tem farol para seguir nosso rumo, em que existe timoneiros fazendo a rota do encontro e procurar porto seguro em qualquer canto do mundo, porque a distância não foi, não é e nunca será assunto da alma, do amor, do coração que desconhece que o tempo não importa.
Quando se enlaça na pessoa que gostamos, somos história para cumprimento, somos pedidos.
Venha a promessa de desfazer os velhos ditados sobre a distância, as teias da mesquinhez da aranha, o medo e o mistério que a distância usufruí, desmentindo o  espaço que divide corpos em dois, é saudade que se mede pelos passos que damos ao fugir dela.
Afinal quem tem limites são as provinciais e países, daí o que habita em nós e vive dentro de cada um é que conta e não sentir saudade da distância.

by mghorta


Faça amor.


Sentimentos.



Há sentimentos que nos levantam da terra.


20 de maio de 2014

Amei um dia !


Já amei um dia,
se amarei outro dia,
não sei,
mas se um dia,
tu apareceres de novo,
talvez continue,
amando só a ti.

by mghorta


Descoberta !


Descobri simplesmente,
que te amo todos os dias,
claro de um jeito diferente.

Pois!
Todo o dia é um novo dia,
novo sonho,
nova vontade.

Descobri simplesmente,
que se te amo assim,
meu amor não és meramente rotina.

by mghorta


Mesmo erro !


Não é medo de amar, se decepcionar, receber desamor, nem mesmo medo de sofrer de novo.
É absolutamente uma opção, uma escolha de não cometer o mesmo erro, se entregar ao ponto de se realmente perder de novo, e não saber regressar.

by mghorta


Pecado capital.


A dor de corno, a inveja é um mal absoluto, por vezes sou obrigado a me perguntar se acredito em pessoas invejosas, e sempre respondo que sim.
Por outro lado também sei que existe dois tipos de inveja, o de 'olho grande' ou o da 'negatividade', que seja de uma forma ou outra, acredito que tem a inveja no bom sentido e que os amigos nos querem brindar por aquilo que fazemos de bem, se temos uma casa linda, um carro novo, ou até mesmo um bom telemóvel,  tem sempre um bom motivo para que a inveja surja e nos felicitem.
Por outro lado tem os que por tudo ou aquela palha nos invejam no sentido derrotador, que vai até ao ponto de mau olhado e tudo em nossa vida se desmorona com que um castelo fosse construído em sopé de areia à beira-mar, aí ficam ouriçados, ficam complicados, inseguros e tudo fazem para que nossos objectivos não sejam de uma forma ou outra bem sucedidos.
Na verdade, surgem por perto amigos que nos fazem parecer que são uns anjos, mas quando tiram a mascara e mostram a verdadeira faceta não passam de uns diabos em figura de gente.
Figuradamente todos de uma forma ou outra vivem esses males, e moléstia que se apanha em todos os campos, seja no dia-a-dia, seja nas páginas virtuais, nas redes sociais mais modernas, quero dizer é praga para onde estejamos virados, e essas pessoas que se dizem nossas amigas, são de fraco espírito, fracas, desequilibradas emocionalmente, por tal todo o cuidado é pouco nas nossas escolhas. 
Para que isso, a inveja não seja a sua sombra, um simples conselho: 'não se exponham muito, não se abaixem para que não mostrem o cu, sejam reservados, um pouco de ingenuidade também é salutar, sejam racionais, emocionais e muito cristalinos'.

by mghorta


De novo !


Preciso me sentir,
preciso sorrir com novo olhar,
preciso me sentir vivo
para nunca mais chorar.



Preciso sentir o coração bater,
sentir nova paixão,
preciso voltar amar,
nem que para isso durma contigo...
de novo preciso de Amor.

by mghorta

18 de maio de 2014

Lágrimas escurecidas...


Choro com lágrimas escurecidas pelo carvão de um lápis,
meu coração estremece na penumbra da solidão,
aguardando teus beijos na soleira da porta sombria,
muito longe da realidade,
aguardando que os frequentes mentirosos de igreja,
quando os anormais que me odiavam eram simples tolos,
tomara eu ter meu lugar acastelado,
na esperança de sonhos intactos,
bem como memórias esquecidas,
que chegue o grito da liberdade,
onde a mera solidão vire vida,
por mero gestos grotescos acabe com o sofrimento da minha dor.

by mghorta


11 de maio de 2014

O comodista!


Falam falam e não dizem nada, e por dá cá aquela palha, falam como não querem a coisa, por vezes são a doçura em pessoa, comentam de si mesmas que são prestáveis e que até gostam de ajudar o próximo. A sua missão é a tranquilidade para todos no mundo, quase que todos acreditam, porque já quase ninguém se lembra das fábulas de criança em que a formiga trabalha trabalha e a cigarra canta canta e morre vitimada pelo seu ego.
Falam sempre muito bem, até parecendo anjos que vieram à terra compassivos com os outros, dizem-se disponíveis para o que for, mas não deixam de estar sentados a fazer tudo menos mexer-se e raramente atendem o telemóvel porque nem repararam que estava no silêncio ou reunião só para dizerem no final que não estão.
Costumam estar doentes por qualquer coisinha ou com alguma coisa que os impeça de fazer qualquer tarefa quando mais precisas. Também estão muito atarefados e sem tempo, porque não se organizam de forma a ter tempo livre para ajudar outros, preferem viver no seu casulo olhando para seu umbigo e ter tudo impecável, do que saírem e mexerem-se para ajudar o próximo.
Raramente cozinham, qualquer coisa para eles servem, mas na verdade a preguiça é superior à gula.
São distraidamente os maiores do mundo, olham para o lado fingindo que não vêm,mesmo que exista algo para fazer no caminho que pisam.
Fazem prognósticos e adiam intervaladamente tudo para amanha o que deveriam ter feito no dia, deixando assim as coisas para fazer com os que deveriam ser ajudados.
Nunca sirvas a quem serviu, desconfiem das suas tarefas quando sorriem, porque fica sempre as sobras para quem tem as costas curtas.
Quando te batem nas costas mansamente, e falando meiga-mente, é quando o ego deles fala mais alto e estão tentando estrategicamente fazer jus ao valores deles quando tu ficas mais uma vez pisado.
Queixam-se, choram-se e quase todos se deixam enganar pelas desculpas mais esfarrapadas que até parecem mais doces que azedas.
Em suma, é este o maravilhoso mundo do comodista!

by mghorta

O resto de minha vida...


... nem todas as coisas serão justas na vida, é assim que as coisas são e serão do ser vivo, mas na maioria das vezes o troco é o que se dá.
Posso perguntar-me uma coisa: 'O que é pior? Não conseguir tudo o sonhei, ou conseguir e descobrir que não é o bastante?'
O resto de minha vida fica definido agora mesmo, os sonhos que persegui, as escolhas que fiz, o que os meus semelhantes decidirem por mim, será o resto da minha vida. é muito tempo e o resto da minha vida como ser vivo começa a partir de agora.



'' Nada é eterno,
bem como sonhos e realidades,
é a lei viva do ser vivo.''

10 de maio de 2014

Não fiques triste.





Não fiques triste, porque o que escrevo tem sentido, o mesmo que me atormente e me mata. Quero te pedir que não chores nem penses por momentos que a minha solidão e perseguição tem formas, porque o que escrevo é doente e sentido como farpas directas ao alvo de quem me atormenta dia a dia sem saber que o faz, mas faz.

Realmente não tomei conta dos erros que fiz outrora, hoje pago caro por isso, o que parecia ser o céu azulado limpo e feliz, dia a dia começa a ficar breu, tenebroso como que não sendo capaz e nem forças dele sair, como o farei?

Mas como não tenho memória curta, sei que de ti veio a fonte ajudadora, a qual eu sempre depositei fé e confiança, o abraço e os toques de mãos, os beijos meio fugidos e respeitadores ainda estão em mim a lembrança, teu perfume paira ainda nas minhas narinas como balsamo encantador.

Se por alguma razão alguém de mim criticar, não te preocupes com isso, fala para todos que apenas eu quis ser bom para quem me adora e me compreendeu um dia, tu és uma delas meu amor.

Lembra-te de mim, porque um dia partirei, olha para as estrelas no firmamento porque um dia partirei para lá como lufada de vento, aí sim... estarei em paz.

Irão se esquecer de mim com o tempo, mas não tenho problema com isso, porque saberei dizer que um dia tive uma amor verdadeiro, desinteresseiro e não perseguidor, esse amor que sempre recordarei mesmo que eu parta antes... esse Amor és tu.

Um dia nos encontraremos de novo, e aí quero saborear teu batom beijando ternura-mente teus lábios para mais tarde recordar, olhar teu sinal e sentir tua pele, nem que seja por uma vez mais eu te quero dizer, não fiques triste porque escrevo o que escrevo, mas tem  sentido. 

Talvez quando leres estas palavras vai escorrer uma lágrima, mas não te preocupes, chorar é bom lava as dores da alma e acalenta mais o amor que sentes por mim.

Só quero que não fiques triste amor, e lembra que apesar de todas as lutas, dificuldades que passamos juntos, sou o homem mais feliz do mundo por saber que mesmo longe estás perto e te amarei para sempre, mesmo que não sejamos um do outro.

by mghorta

7 de maio de 2014

Encarcerado.


Um dia soube da ideia lacerante,
atormentado fez-me correr,
olho o céu tristemente,
pesado ao ver o alheio sofrer,
de um amor sem futuro,
por causa disso vou morrer.

Ouvi que cada um mata o que adora,
amores e ideais,
alguns com fantasias,
outros com olhares duros,
o mentiroso assassina beijando,
o herói mata com punhais.

Uns matam o amor de velhos,
outros os de meninos,
quando o amor termina ou o amor começa,
matam-no com mão de ouro,
outros matam com a mão de carne,
mão possessa,
seja bondosa ou venenosa,
a morte assim vem mais depressa.

Vendi meu coração,
não quero que o compres,
amei muito um Amor,
outros menos,
não mates chorando,
sorri sem dor e sem ais,
matei o Amor, porém... nem sempre,
nem sempre as sortes são iguais.

By mghorta (citandoOscar Wilde)

Depois...


Depois de tantos sonhos,
tantos planos de um futuro,
depois de tantos desenganos,
nos abandonamos,
como qual-queres amantes,
só desejo que sejas feliz,
eu também o hei-de ser.

Depois do amanhecer,
só resta nada,
arrasto-me em dor,
tudo foi vão,
tua divisão apunhalou meu coração,
não me deste respostas,
que eu precisava ouvir,
só resta de desejar o melhor,
eu também o hei-de ser.

Já tivemos momentos,
passou no tempo,
não nego que foi bom,
fizemos histórias,
ficam na memória,
para um dia relembrar,
quero que vivas só,
eu também o hei-de conseguir.

Depois de aceitares os factos,
vou rasgar os retratos,
terei outros para trocar com alguém,
aceita a liberdade,
ama outro alguém também,
sem trair mais ninguém,
só desejo que sejas feliz,
eu também o hei-de ser.

by mghorta (citando Marisa Monte)

6 de maio de 2014

Seja feliz.


Mesmo que tudo seja contraditório,  devemos acreditar na vida apesar da dor que isso nos traga, ainda que os homens matem e guerreiam contra inocentes, e até mesmo que ninguém ame.
O medo, dor, solidão e desamor também são sentimentos da natureza humana, mas acreditando na vida as perspectivas finais levam a um sentimento maravilhoso e recompensador.
Acreditar em nós próprios, nas pessoas que fazem parte nas nossas vidas, nos amigos que nos preenchem momentos de alegria, nos dá a paz, o amor e a felicidade.
Por tal, ame, viva e corra atrás de seus sonhos mesmo que isso seja o  ultimo motivo de encontrar a sua própria identidade não se preocupando com os caminhos espinhosos e na mira de um futuro risonho e belo.

by mghorta


Abraços



Cada sinal me debruço,
como caminhado em labirinto,
uma saída um encontro,
rumo aos teus braços,
corpos enlaçados,
sussurrar ao ouvido um nome,
canção de adormecer paixão,
vendo o que jamais vi,
amar o que ninguém mais amou,
sentir o forte bater do meu coração.

by mghorta

Insónia!


Estava muito longe de pensar que uma pessoa seria culpada de ter ocupado muitos lugares em meus sonhos, acordo sobressaltado e em desespero sem saber porque a razão de acordar, a razão é que foi muito rápido os acontecimentos tal como os momentos que privámos juntos, ao ponto de mexer comigo e criar sentimentos únicos que a sua explicação fica à distância não alcançada, que causa ainda mais insónia e custa tanto esquecer que passo dias e dias lembrando as razões porque essa pessoa arrebatou tudo o que existe em mim, amor, carinho, beijos, abraços e uma enorme saudade.


Cores da Primavera


4 de maio de 2014

Viagem de ida...


... sem ser rápido,
porque a vida corre depressa,
planos traçados em teclas,
vão dando erros sem ímpar,
só resta partir e não voltar.

Certamente que não deixo de ter medo,
corro riscos por conta própria,
preciso de dominação,
não aguento mais,
vou partir na próxima estação.

Caindo vou aprendendo,
mesmo com ideias fracas,
não ser enganado na vida,
ceder não é meu vocabulário,
se acabar deixo tudo a perder,
preciso de uma viagem de ida.

by mghorta


3 de maio de 2014

Desamor.




Nada mais resta.



De amor nada mais resta que relatos,
quanto mais amado mais desisto,
tantas tentativas para me despires,
mais ia ficando em trapos.
se me escondo mais me avisto.

Sabendo de teu enleio me deslumbro,
nada mais resta mas mais existo,
vou me iluminado no Sol oculto,
embora dobrado mas de corpo místico.

Não me acordes, 
estou morto da mesa de teus beijos,
tua espécie zelosa deixou de demover.

Quanto mais esfumado fico,
mais no tempo me desfaço,
nada mais resta nem sabor abraço,
querendo tu restos de minha carne,
nada mais resta neste jovem que a saudade.

by mghorta  (citando Natália Correia )





São pragas!



São pragas minhas de dor,
doente em rios e fontes,
clareiras e animais,
com a voz ensurdecedora,
clamo que não me procures mais.

Dia após dia e noite após noite,
é um amontoar de vozes,
são pragas minhas de dor,
baixe os braços e não se ria,
seja boa e não fulana.

Não tenho mais espaço,
meu coração mole sofre,
com o passar do tempo virou cinzas.

São pragas minhas de dor,
depois de todas as sombras enterradas,
aconteça o que acontecer,
não terá retorno nunca mais.

Ambos sabemos que a vida é uma merda
não passa de rescunho em papel,
agora podemos soltar o que não era,
são pragas minhas de dor.

by  mghorta  (citando Alberto Lins)


1 de maio de 2014

Sem retorno.



Caminhamos juntos,
numa estrada sem rumo,
num caminho sem amor,
em todo este tempo
não percebeste quem eu sou,
só me interessava ser feliz,
foste o meu mundo colorido,
entreguei-me num todo,
e tu não percebeste.

Morreu o amor,
venceu o mal,
deixei de olhar direito,
perdi tudo que procurei em ti.

Viveu-se um grande amor,
fruto de compaixão sentida,
tornou-se tão banal.
que sem retorno eu parti.

by mghorta


Só gostaria ter sido amado.


No espaço só preciso de um tempo,
já fui aquilo que desejaste,
amarrado num coração desejado,
nele só desejava ter sido feliz,
podes sair do meu coração,
não tem mais espaço para amar,
vou pensar em mim tentando viver,
só queria ser amado e amar alguém,
quero somente beijar e ser beijado,
não importa que me arrependa,
acostumei-me a saber perder,
se na mesa estarão dois copos,
na cama um travesseiro,
não sou metade mas sim inteiro.

by mghorta