25 de fevereiro de 2015

Um dó li tá...




Na encruzilhada da vida,
acordei sobressaltado,
desatentadamente aflito,
em sonhos vislumbrado caminhos,
como que promessas felizes,
peguei num lápis e rabisquei no papel,
fiz um mapa com trajectos na vida,
pormenorizadamente os altos,
afanosamente os baixos,
acidentalmente os erros,
para de novo não cair neles,
quedando-me por gostar,
de novo erguer-me feliz,
escolhendo pela vida
novo trilho percorrer,
só ou acompanhado,
cantarei um dó li tá.

by mghorta


Sem comentários:

Enviar um comentário