9 de abril de 2015

Saudade!



Hoje acordei para falar de saudade, daquela que faz tudo parecer física ou química, que nos invade e termina por nos transformar a cada momento, com a essência da saudade que foi o começo de tudo, pois isso é a realidade de quem ama.

Sentimos saudade depois amamos, foi assim com a gente, e se por sinal todos os momentos juntos não tivessem dado  moça no nosso quotidiano, hoje não teria acordado amando.

Saudade é aquela fatia do bolo que temos pela frente, começa pequenino e se torna enorme, mesmo que a tela nos una, a saudade continua a ser maior, porque momentos não se apagam como que fossem rabiscos do nosso quotidiano.

São curtos os momentos, mas a vontade permanece maior quando se aproxima o dia de nos voltarmos a ver, mesmo depois de bem coladinhos e sussurrando promessas de amor.

Saudade é certeza, certeza que foi verdade aqueles abraços humanos, o carinho promiscuo, foi a certeza de que aconteceu e existiu entre dois seres que se desejam e se amam, mesmo que a certeza seja ainda algo longínquo. 

É mais que carinho, é mais que simples olhares, é amor nascendo, prova disso é os sorrisos estampados no rosto de um e de outro.

Só existe saudade se os momentos foram felizes, se tudo o que aconteceu foi bom...

A forma mais simples de suplicar presença, é querer mais e mais, como que os nossos corações suplicassem socorro, preciso de amar para sentir saudade de ti.

by mghorta


2 comentários:

  1. Anónimo12:47

    Saudade é aquela fatia do bolo, gande fatia :D

    ResponderEliminar
  2. Anónimo19:48

    A fatia do bolo é do tamanho da saudade...

    OBG

    mghorta

    ResponderEliminar