30 de março de 2016

Amantes.


Dias amenos e místicos,
no repente surge a ocasião
daquele encontro fugidio,
cúmplices dos actos
sem horário para cumprir
vemos as horas passar!

Tic-tac do relógio
ensurdece com o bater dos corações,
murmúrios labiais
temos tanto para contar. ..

Momentos com tanta emoção,
emoções atrás de emoções,
entre os abraços ficamos uno
com toda a roupa pelo chão.

Corpo a corpo vamos suando
sussurrando canções
dominantes no coração
provando o néctar da tesão
embriagante e escaldante.

Estonteados de prazer
rolamos pelo chão,
tempestuoso chão!

De frio a confidente
de nossos prazeres falantes,
travessuras e toques na pele
somos eternos amantes.

by mghorta  (citando mamasÀsolta)


Sem comentários:

Enviar um comentário