3 de novembro de 2015

Roupas no Chão!






Sentado observo
teu corpo de violão,
bebo vinho tinto
desejando tuas roupas no chão.





Olhar penetrante,
corpo de tesão,
sorris maldosamente
desejo tuas roupas no chão.




Somos Uno,
corpos vulcanizados,
entrelaçados com gozo,
jogas tuas roupas no chão.






Do virtual passou a real,
deixou de ser canção,
luxúria e pecado,
desejo tuas roupas no chão.

by mghorta (citando Mamas à Solta)


Sem comentários:

Enviar um comentário