20 de junho de 2015

Teus Cabelos!



Tudo tem um começo,
bem sei que não me ligas,
temia outro regresso,
talvez em poema ou verso,
mas é dor e saudade,
de um término anunciado.

Tua indiferença 
conheço eu,
o passado já era,
para ser diferente,
não posso!

Apareceste esta tarde,
com teus olhares indiferentes,
deixaste sangrar no peito
saudades de ontem. ..

Nos longos cabelos
de rabo de cavalo,
muitas histórias para contar,
de um mundo distante. ..

Cabelos que me agradam
faz de ti menina e moça
teus sorriso são flechas,
banalidade de amantes.

by mghorta       (Teus Cabelos)


2 comentários: