3 de março de 2015

Mistério das Estrelas.



Olhei para lá da vidraça e vi estrelas, milhares delas brilhando como manto de sonhos de apaixonados, moradia de princesas e rainhas.

Fico sabendo que elas estão sempre lá, mesmo que por momentos as nuvens tenebrosas da Vida do Universo conflituoso as escondem, temperamental-mente elas estão sempre no circuito celestial brilhando, de uma forma ou outra elas voltam para iluminar a cidade que teimosamente brilha em contraste, e na hora certa elas embelezam a noite dando esperança aos apaixonados e abrigando os sonhadores como que contando histórias de Amor.

Por fim concluo que é este o mesmo céu que contemplo, e sob ele estás em qualquer lugar e em qualquer momento olhando também a beleza e o mistério que nelas se escondem.

Faço assim das estrelas olhos teus, se por qualquer razão te lembrares de  mim e tiveres uma réstia de saudade, olha para elas (estrelas) e vê minha tristeza nelas estampada.

by mghorta


Sem comentários:

Enviar um comentário