27 de dezembro de 2016

Rótulos!


Que me importam os títulos ou rótulos,
durante este ano fui rotulado mil e uma vez,
não me incomoda se alguém não gosta de mim,
não vivo nem morrerei por causa da disso.
Minha senda de viver segue aos altos e baixos,
vai de aquém ao além como quero.
Nem sempre estarei certo, errado por vezes,
sou feito de carne e osso mas não de matéria bruta,
muito louco e são, de afectos e desilusão!
Uns dias sim e outro não,

uns bons e outros nem tanto,
sou feito de feiuras e encantos,
portanto não me importa de que me rotulam.

by mghorta


Sem comentários:

Enviar um comentário