2 de junho de 2016

Escondida!

Não te vejo mas sinto que me espreitas,
aqui ou acolá em qualquer lugar e momento,
rodeias-me com olhares sentimentais,
noto o pulsar do teu coração,
conheço a ternura de tuas mãos
e as sensações que me provocas.
És a tentação escondida que me desafia,
cada movimento subtil em que te Expões,
deixas teu perfume espalhado no ar,
mesmo que avances ou recues
vais demarcado teu território,
deixas a nu teus pensamentos
quando te apressas e te escondes,
quase muito perto do meu abrigo. 
Sei por onde andas e o que fazes,
continuarei a escrever meu livro,
mastigando a memória de Nossos Momentos,
até que por contínuo silêncio se esfumem.
Nada me resta manter quieto e tranquilo,

não te procuro muito menos te persigo,
esperarei até que um dia me Redescubras.

by mghorta


Sem comentários:

Enviar um comentário