30 de junho de 2016

Acréscimo!


O resto virá quando vier,
e o que vier será bem recebido. ..

27 de junho de 2016

Cerejas.


Quando vi tua boca vermelha,
visualizei duas cerejas.
me lembrei quando teus lábios beijei,
neles o sabor delas encontrei.

by mghorta


Quero. ..


Queria nesse momento estar ao teu lado..

sem fazer nada...

sem falar nada...

só estar ao teu lado.


Tilintando!


Sou louco por falar de amor,
que o amar seja nossos anticorpos,
mais e muito mais,
sucumbindo ao egoísmo,
até que sejamos uno,
seja o amar pecado
torne-se Inferno eterno nosso amor.
Irregularidades poéticas,
versos sem anexo,
grunhidos de tesão
transformados em canção.
Iniciativas de amor,
desnudando as piores rimas
culminadas no intocável.
Abstracto e vigoroso,
explorando o inanimado
como que se fosse a ultima vez.
Melindrosa-mente provoca
o inexperiente sensato,
driblando os abismos do medo,
até que dois se tornem um,
desmedidamente mesmo desconhecidos,
com ou sem pudor tilintando amor.

by mghorta (citando mamasàsolta)


Pecado!



Falaste-me em pecado,
faz assim,
avança em mim!

Não penses,
dispensa o pudor,
avança como for
mesmo que cause dor,
vem por inteira
ficando ao meu dispor. ..

Quero,
quero-te,
espero-te,
seja por amor,
seja por paixão,
lambuza meu tesão,
me usa com todo o ardor,
esquece o pecado,
somos frutos do mesmo pecado!

by mghorta  (citando By Mghorta)


22 de junho de 2016

Pagar ou Morrer!



Venho por este meio até ti, não tenhas medo que mal não te faço, apenas venho cobrar aquilo que me deves, ou vice-verso. Sei que aquilo  que tens pago já ultrapassou a divida que te pedi, mas divida é divida, e agora está na hora da cobrança, seja às claras ou no escuro, seja de manha, tarde ou noite, é fatal e impiedoso o meu método de cobrança.

Devo-te dividendos que usufrui em momentos, e também sei que é de acordo mutuo  o acerto de contas, não vamos olhar a meios e quando me encontrares, possui-me, devora-me da maneira que te sacies em vida as promessas que fizemos, cobra não deixes ficar nada ao acaso e esbanja o resto que tens para dar, mesmo que ainda te fique em divida para contigo, factura que iremos cumprir o acordo que assumimos quando pedi emprestado.

Porém, os juros são altos, a distância nos limita aos nosso intentos, mas é a colheita da vida, os frutos do amor correspondido, da resistência apesar das dificuldades, da coragem de sermos amantes.

Pode vir exigir o capital com juros de mora, mas não esperes pela demora de eu te cobrar também a moeda de troca corporal, a mesma que tu tanto ansiosamente procuras.

Não vou esperar muito mais, é o tempo da cobrança, o tempo escoa e o resto que temos, temos aproveitar e na totalidade dos momentos que tivermos, vamos pagar da forma mais sublime e entrega que nos der na veia ou na gana, não mais te prendas por traumas do passado e vem, vem cobrar cada cêntimo das promessas que te fiz.

Os resíduos do teu secreto ser, o joio que extraíste das jóias não usadas, o cofre (coração) onde por décadas guardaste teus segredos mórbidos, fraquezas, faltas de audácia, os talentos que não usaste no teu colchão onde dormias todos os dias, os pregões que amealhaste por não teres ter sido tu, davas a cara de honra aos transeuntes, mesmo que no teu ser fosse mais uma que deveria ter cobrado e não o fizeste, vem agora e cobra tudo, faço questão de te pagar até ao ultimo cêntimo.

Quero o teu outro lado, seja às clara ou ás escuras, porque aquele outro teu lado que te manteve sempre viva, não tenhas medo, vem cobrar a tua divida porque a ordem do dia é pagar ou morrer...

Ai o Amor!



Comprovei que, quase tudo o que foi escrito sobre o amor. .. é verdadeiro.
Shakespeare disse: 'as viagens terminam com o encontro dos apaixonados', eu digo que um beijo sela o Amor dos amantes.
Que ideia mais fabulástica!
Pessoalmente, posso dizer que já experimentei algo parecido, falta-me terminar um!
Estou convencido que Shakespeare também.
Estou em acreditar que penso mais no Amor que devia, devido ao seu poder esmagador de alterar e definir as nossas vidas.
Recordo que também foi Shakespeare que disse que o 'Amor é Cego' necessito muito de te tocar Amor.
Estou ciente e seguro de que isso é verdade, e um dia te tocarei as mãos e selar com um beijo nosso Amor.
Para algumas pessoas, de forma inexplicável-mente o Amor se esfuma, para outras o Amor singela-mente se vai.
Torna-se claro que o Amor também pode existir, até mesmo por uma noite ou um momento.
No intervalo, existe outra classe de Amor mais cruel, o que praticamente mata as suas vitimas.
A este classificamos pelo 'o Amor não correspondido' e nesse tipo, estou demasiadamente perito.
Na maioria das histórias de Amor falam de pessoas que se apaixonam entre si!
Mas que dizer dos demais?
E as nossas histórias bem como os momentos?
Aquelas por quem nos apaixonamos?
Somos vitimas de aventuras com danos colaterais, amaldiçoados no seio dos seres queridos, dos seres não queridos, os feridos que se valem por si mesmos na plenitude do verdadeiro sentido da palavra Amor.

by mghorta

Primeiro Amor!



Louco de amor procurei 
remédios no dia a dia,
a dor do amor a gente cura,
mas amar como a gente amou,
jamais será amado nunca
como no primeiro Amor!

by mghorta (Primeiro Amor)

Sem Palavras!


A enormidade deste Amor,
não se escrevem com palavras,
só uma vontade louca 
de te amar agora 
até ao acordar do dia,
perdido nos teus beijos,
sensível aos teus toques,
enfim. ..
Sem palavras ser eternamente Teu!!!

by mghorta  (mamasàsolta)


16 de junho de 2016

Inferno!


Por falar em Inferno, tive visão do mesmo em mim, não porque apenas tivesse sonhado contigo, não foi acaso, corrijo o sonhar e poderei dizer que foi pesadelo, pesadelo do mais cruel que tivesse sonhado ou até mesmo vivido, só por ter falado em Inferno.
As imagens eram pintadas de uma dureza que até o mais cruel dos seres vivos tremeriam de medo, quanto mais eu um ser em que o sofrimento de tua ausência me tem causado, o efeito dessa visão infernal me causa angustia de uma forma tão cruel que me torno o mais sofrível ser vivo.
Como um thriller  curto e sistemático de horrores vivos, é o sonho que mesmo curto deixa-me como o mais rastejante ser humano num caos de sonhos constantes ir-realizados.
Não durmo, acordo e vejo paredes, nelas testemunham o meu choro silencioso de minha necessidade de saber que no Inferno que existe em mim não te tenho por companhia, mesmo que me espreites nos intervalos das ocorrência da vida, essas foram a nossa história e nela estamos ambos ardendo como almas penadas de um amor impossível.
Tudo o que fazias e não fazias, fosse comigo ou até mesmo sem mim, o amor-próprio que em mim existia, hoje apenas restam cinzas que a minha necessidade de sobrevivência tornou-se tão primitiva que nem aos deuses lembram.
As chamas deste Inferno são tão atrozes, que muitos poucos saberão dar o verdadeiro valor das mesmas, só porque em vez de sonhar fico com insónias ao saber que tu me negas o amor que tanto preciso, recusas me dar a cura da alma, a mesma que implora o amor que uma vez prometeste, o amor e promessas que se esgotaram no tempo curto da sobrevivência da história que nossos momentos formaram.
Passam luas, passam dias que o mesmo sonho já mais parece um filme sem fim, de tão repetitivo que ele é que não tem mais sentido em prosseguir em sonhar.
Cada vez que fecho os olhos e no mínimo consigo dormir, aprendo a lição de que mais vale um bom momento a sós, do que muitos dos momentos por nós vividos após tantos avanços e recuos que foram nossos entre todas as promessas que falámos.
Os opostos da natureza humana a isso nos escraviza, colocados em simultâneo plano da concretização é como que nos tornássemos os mais dos infelizes seres humanos ardendo no Inferno tenebroso e merdoso existente nos curtos sonhos que tenho contigo.
Entre estes momentos momentosos do Inferno literal, existe o bem e o mal, o anjo e o demónio, neles decide-se o caminho que por mim será seguido, não preciso me embrenhar na selva da vida para ser de novo testado com as imagens tenebrosa-mente pintadas das chamas do sofrimento cruel cada vez que sonho além de curta-metragem contigo, seja em casa, na cama, na rua, no passeio ou nas viagens pelos lugares por nós trilhados, chego ao ponto que prefiro o esquecimento baseado no teu silêncio.
É desta forma que concluo a visão do Inferno por mim vivido cada vez que penso ou sonho contigo!

by mghorta


13 de junho de 2016

Problema!

Posso ter muitos defeitos, ansiedade, irritação, esquecimento mas reconheço que a minha Vida é como uma empresa.
Como vou lidar com ela sem um dia ir à falência?
Reconhecer a minha Vida tal como ela se apresenta, é meio caminho para encontrar a felicidade, apesar de todas as contradições, desafios e crise em todos os segmentos.
Minha história é aceitar todos os problemas e segmentar a felicidade.
Aceitar um sermão na devida altura de ânimo leve e prosseguir atravessando o deserto da incompreensão até chegar ao oásis da alma.
Agradecer as dádivas de cada dia como o verdadeiro milagre de Vida.
Deixar para trás os problemas e não temer os próprios sentimentos, saber de  mim mesmo e ter coragem para dizer Não e ouvir um Não.
Seguramente a Vida deixa de ser poema quando não aceito uma crítica mesmo como injusta, deixando assim para trás o problema que a Vida me deu.

by mghorta 


11 de junho de 2016

Descrever!


Na universalidade do tempo te descrevo,
apesar de estares nua não te querer,
por inteiro ou formato como te descrevo,
o vento no seu bater me ajuda te descrever!

Na universalidade quase te ouço,
mutante, ambulante sempre perto
tens ganas de me matar constantemente,
persistente-mente e segues com a mente!

Parte ou inteira respirar-te
sugar-te com minerais e sais,
euforia das nossas vontades digitais.

Se é amor fico contigo,
sendo assim me descreve e fica comigo.

by mghorta (citando Mamas À Solta)


Ocorrências!


Por vezes perco  a noção de mim, deixo de escrever sem saber a razão, mas quando dou conta disso e leio a ultima publicação, vejo que até hoje que muitas outras coisas ocorreram, e nas ocorrências de tudo isso eis que me dá mais uma vez a vontade de voltar a escrever sobre um assunto que tem muita importância para mim bem como para com todos, dado certo é que todos os momentos tem ocorrências e nelas nasce sempre uma nova chance, uma nova chance de renascer das cinzas como já alguém antes tinha escrito; 'Fénix Renascer das Cinzas. ..'

Por todos os motivos que vivemos, todos os dias temos novas chances, mas quantas vezes olhamos para elas e não as aproveitamos para nos renascermos de novo? Esta é a pergunta que muitos poucos de nós fazemos e muito menos obtemos resposta, no entanto o curso das coisas e com tanta ocorrência a vida nos vai proporcionando chances atrás de chances para melhorar, mesmo que nos erramos iremos de novo repetir o erro, renascer, aprender a reinventar as nossas vidas ou até arrumar a mesma de forma como as ocorrências surgem.

De certa forma até poderemos achar que precisamos de melhorar, porque a vida é tão bela que até poderemos dar cabo dela em pensar em a melhorar. Nestes intervalo também tem pessoas que embora vivam desastrosa-mente que mesmo assim não querem mudar, prosseguindo nos erros, não mudam nem sequer querem procurar soluções, sucumbem aos problemas que vão ocorrendo. Poderão até dizer que 'hoje é que dou um pulo na minha vida', bem tentam mudar a rotina das coisas mas lá continuam no trilho do erro. Mas cá nós pensamos de forma diferente, estas pessoas estão certíssimas na forma como vivem por querer, deixam perder as chances que se lhes apresentam na frente porque todos os dias poderemos renascer.

Tudo isto para dizer que quando deixo de escrever fico 'incompleto' de tal forma que as ocorrências vividas me deixam marcas de tal forma que me levam a repensar, a renascer a cada momento em que penso e olho para trás me dá novamente força e vontade para prosseguir de novo, tudo isto porque ao me sentir vivo e olhando hoje e para o futuro reparo nos meus amigos, nos meus familiares, nos momentos que recordo os meus falecidos, tudo isso me dá força para renascer e escrevendo algo, mesmo que seja repetitivo é sempre motivo para aproveitar as ocorrências das chances que se me vão mostrando pelo caminho da Vida.

Todos nós temos Vida, e com ela temos novas chances de sermos melhores, fazer algo diferente e melhor, nos podemos cuidar de melhor forma, até ganhamos motivos para melhor cuidar dos que nos rodeiam, cuidar da nossa saúde, melhorar os nossos pensamentos nutrindo as nossas mentes com boas ideias, renasce a chance de até perdoar e pedir perdão 'ao próximo' perdendo assim o ódio aprendendo a amar e fazer o bem, tudo isto basta querer acreditar que as ocorrências das chances que se deparam todos os dias na nossa frente, devemos as aproveitar para mudar e renascer de novo!

Finalizando para que tudo isso aconteça, basta de nos responsabilizarmos, assim renascemos, renascemos hoje, renascemos todos os dias, mas quando tudo isso acontecer dê graças a Ele, pois é a melhor forma de podermos continuar a aproveitar as chances que as ocorrências da Vida nos apresenta todos os dias e sempre!

by mghorta

Renascer


7 de junho de 2016

Opostos!


Água apaga o que o fogo queima,
o ciúme destrói o que o Amor constrói,
a guerra entristece o que a paz alegra,
conselheiros ajudam, insegurança desvia decisões,
o Coração diz SIM, o cérebro NÃO,
neste contexto da existência apercebemos que os opostos precisam um do outro para existir, desta forma tudo se complementa!

by mghorta 


Olhos da Escuridão.


Pela estrada torta, ladeira acentuada, curva torta onde prossigo nesta floresta de escuridão!
Meus pensamentos são poeira pelo ar que passam invisíveis.
Intimo estripado, disparatado e alterado bem longe da dança dos corpos!
Insustentável distância, narinas entupidas, sufoco de garganta.
Mais do que ontem, hoje sinto muita falta, tanto de pessoas, tanto de corpos neste vazio que ecoa!
Vasto mar, tanto Sol, festas sem parar e eu sem até mesmo o que resta!
Olhos crispados nas janelas desalmadas que olham no horizonte da vasta escuridão.

by mghorta



Olhos na Escuridão

Olá!

Olá! Sorri, não te escondas atrás desse sorriso. .. 
Mostra aquilo que és, perde o medo.
Existem pessoas que esperam pelo teu sorriso, tal como eu.
Vive! Tenta!
A Vida é uma tentativa constante.
Olá! Ama acima de tudo, ama tudo e a todos.
Não feches os olhos para a iniquidade do mundo, não ignores a dor!
Esquece o sofrimento, faz algo para o combater, mesmo que sejas incapaz, fá-lo.
Procura o que existe de bom em todos e em tudo.
Não te afastes, aproxima-te e faz da distância teu repouso.
Aceita a Vida tal como ela se apresenta, aceita as pessoas e faz delas a tua razão de viver.
Entende, entende as pessoas mesmo que elas sejam diferentes do teu pensar, mas não as reproves! 
Olá! Olha em teu redor, quantos amigos. ..
Quantos hoje já fizeste feliz com um simples Olá?
Ou por outro lado fizeste alguém ao mostrares teu egoísmo?
Olá! Não corras, a pressa é inimiga da competência!
Corre apenas para teu interior.
Sonha mas não prejudiques ninguém e não transformes o teu sonho um escape.
Acredita, espera porque tem sempre uma saída, tens sempre uma estrela para iluminar tuas decisões, faz aquilo que gostas, dá largas ao que tens dentro do teu peito mesmo que chorando!
Olá! ouve, escuta o que os outros querem te dizer, é importante o momento.
Sobe, faz dos obstáculos degraus para aquilo que achas importante hoje, no entanto não te esqueças dos que não conseguem subir a mesma escada da Vida.
Olá! Descobre no teu interior o que tens de bom, procura ser diferente mesmo que isso te custe, porque longo é o caminho da perfeição, e nele estamos todos inseridos.
Olá! Tu aí não te vais embora, eu preciso apenas te dizer que te adoro, simplesmente pelo facto de tu existires.

by mghorta



Labirinto da Alma

4 de junho de 2016

Isaías 53


"Era desprezado como o último dos mortais, homem coberto de dores, cheio de sofrimentos, passando por Ele, tapávamos o rosto, tão desprezível era, não fazíamos caso dele.

A verdade é que Ele tomava sobre si nossas enfermidades e sofria, Ele mesmo, nossas dores, e nós pensávamos fosse chagado, golpeado por Deus e humilhado!

Mas Ele foi ferido por causa de nossos pecados, esmagado por causa de nossos crimes, a punição a Ele imposta era o preço da nossa Paz, e suas feridas, o preço da nossa cura".



3 de junho de 2016

Tenho Dito!


Tem beijo parecendo mordida
Tem mordida parecendo carinho
Tem carinho parecendo briga
Tem briga parecendo sorriso
Tem sorriso parecendo choro
Tem choro que é por alegria
Tem dia parecendo noite
Tem tristeza parecendo poesia
Tem motivo para viver de novo
Tem novo querendo ser motivo
Tem aquele parecendo feio
Tem coração que nos diz que é o mais bonito
Tenho dito!

by mghorta 


O amor que nós fazemos!

2 de junho de 2016

Escondida!

Não te vejo mas sinto que me espreitas,
aqui ou acolá em qualquer lugar e momento,
rodeias-me com olhares sentimentais,
noto o pulsar do teu coração,
conheço a ternura de tuas mãos
e as sensações que me provocas.
És a tentação escondida que me desafia,
cada movimento subtil em que te Expões,
deixas teu perfume espalhado no ar,
mesmo que avances ou recues
vais demarcado teu território,
deixas a nu teus pensamentos
quando te apressas e te escondes,
quase muito perto do meu abrigo. 
Sei por onde andas e o que fazes,
continuarei a escrever meu livro,
mastigando a memória de Nossos Momentos,
até que por contínuo silêncio se esfumem.
Nada me resta manter quieto e tranquilo,

não te procuro muito menos te persigo,
esperarei até que um dia me Redescubras.

by mghorta


Aprender Amar!

O amor de criança é a coisa mas linda, singela e preciosa deste mundo que além de tanto mal, continua a ser sem qualquer margem para duvidas a coisa mais especial. É um amor que se recebe de graça, não se cobra e quando se recebe queremos nunca mais deixá-lo. É dado e nada se recebe em troca, puro como que estivéssemos no paraíso. Ama e é pronto na sua inocência. É belo, bonito e mostra uma coragem fabulosa de amar, de uma entrega sem esperar que lhe façam mimos, sem que lhe passem a mão por cima de sua cabeça, para que depois se diga que tudo está bem e tudo vai passar meu amor.

O mundo necessita de pessoas assim, que tenham a coragem de sentir, de falar, de se mostrar, porque parece que amar se passou para um estado de falência, de fraqueza e de inexistência.

Por outro lado tem gente que se gaba por nunca ter a coragem de dizer ''EU TE AMO'', agem de uma forma snobe como que se amar fosse coisa de bicho, ou que seja de pessoas fracas.
AMAR é para pessoas de M (mulher) e de H (homem grande, dos fortes e dos que gostam de assumir que o AMOR é primordial para que tudo prossiga na perfeição.
Tem mesmo que se comer muita broa, pão duro, muito feijão e até mesmo dar trambolhão, amar é para pessoas de mente aberta, pessoas de bom encaixe e coração puro, que se dão em prol de aquilo que gostam sem ter moeda de retorno, estimam os que querem preservar para o futuro.
Orgulhosos, vaidosos, espreitas ou fofoqueiros que só sabem dar que fazer à vida alheia, estes aqui não se enquadram e nem sequer sabem expressar a palavra AMOR.

Amar é para gente que sabe ser doce, meiga, gentil, para pessoas que querem que o bem se pratique. Os invejosos, os lobos, os maus esses tropeçam nas 4 letras que é amar, esses por favor afastem-se dos que de uma forma querem professar o amor no seu inteiro sentido da palavra.
Amar é arte, não ser correspondido é um facto que faz parte do pleno sentido dos seres humanos, esquecer de amar é uma droga, mas aprender AMAR é foda.

Permita-se à mudança, sinta-se vivo, seja forte, escreva seu nome com letra maiúscula e não seja fraco, porque dos fracos não rezam a história, e a nossa história de vida é curta. Tenha a coragem de sair, viver, brincar, dar, amar e ser amado/a, porque a solidão e o vazio dá trabalho e leva-o ao desespero total e esquece de que se sente vivo/a.

Lá fora no mundo existe tudo que é contra o AMOR, está ficando em desuso, por tal não seja Ló na expressão Bíblica que virou pó, vá prossiga sua caminhada, trace novos trajectos e faça renascer a criança que existe em si e procure novos amores e apaixone-se pela vida, por si e pelo seu próximo e mostre que AMAR é um facto e não uma miragem.
Pelo que me toca, eu vou andar por aí...

by mghorta


Passado!


O fantasma do passado é assombroso,
as lembranças fluem sem explicações
nos martirizando com insinuações de
coisas que deveriam ter sido feitas,
atitudes que poderíamos ter tomado,
decisões teriam mudado o presente,
agora só resta o estado de mártires
que irão nos perseguir pelos restos
de nossas vidas fantasiando o futuro.

by mghorta 


1 de junho de 2016

Horas!


Tem certas horas que não 
precisamos de paixão muito
menos queremos beijos na boca,
nem sequer desejamos macieza
de pele de nossos corpos Corpos Juntos!

Tem horas que apenas uma mão
amiga no ombro para aconchego,
um abraço apertado ou até
mesmo o estar ali ao lado
quieto e parado sem dizer nada. ..

Tem horas que dá vontade chorar,
apenas que queremos presença de
uma pessoa amiga,
paciente o bastante para nos ouvir,
até mesmo uma simples brincadeira,
umas graçolas para nos fazer sorrir.

Mesmo que ria de nossas piadas sem jeito,
que tome as nossas tristezas com agrado,
que nos teça elogios intermináveis. ..
Apesar de todas as mentiras fúteis
que nos seja sincera intencionalmente.

Poderá até ser que nos mande calar,
nos evite com gestos menos pensado,
mas que seja alguém que nos possa dizer;
'Estás errado, acho que deves fazer assim,
mas mesmo que não o faças estou aqui a teu lado.

Terminando estas horas,
alguém que nos diga assim:
'Amigos também dizem Te Amo.'

by mghorta