24 de março de 2016

Pecado e Luxuria.


Momentos curtos, mas deram para perceber 
que teu corpo é como um pérola, 
um diamante por lapidar, 
onde moram recordações opulentas, 
luxuria, 
tesão fulminadas de desamor. 
Beijos imaturos, 
paixões por culminar, 
desejo carnal por completar, 
momentos por extasiar.
obsessão de um girassol retratado em detalhes 
cristalinos de uma pureza por explorar, 
onde medíocres   passaram ao lado sem te tocar, 
corpo solitário que no leito puro espera 
o satânico amor que um dia muito 
desejaste e não aconteceu.
Denegrir-me-ei por luxuria entranhado e maldoso, 
nessa ausência de amores por suave capricho te 
possuir e levar-te aos céus prometidos em que 
o tempo se vai esvaziando como sal no saleiro 
temperando as guloseimas de caprichos Carnais!
Nessa curva do tempo e no leito sem pecado 
de quanto belo e real existe, 
mansamente te direi ao ouvido que nada mais 
importa que são os momentos nossos e que 
saber amar é charme, cisma de tesão sentida, 
frenesim oculto que ambos temos e não sabemos 
o usar no tempo que nos sobra, tudo isto para 
te dizer princesa, abre de mão, 
solta as maravilhas que em ti existe, 
a pérola usa-a, 
os diamantes esbanja no chão, 
as Recordações extravasadas  e tudo mais que 
sentires na hora, 
solta um  Aiiiiiiiiii  não de dor, 
não de santa, mas sim de orgasmo puro 
de satisfação como que o pecado não mais importe.

by mghorta  (citando MamasàSolta)


Sem comentários:

Enviar um comentário