31 de dezembro de 2015

Apetências...


Sonhei comigo,
estatelado ao teu lado,
longamente olhando-te,
tinhas a pele suada
e em meus olhos
olhei as madrugadas.
Sonhei comigo,
com apetências
do teu calor nas mãos,
percorrendo-te como guitarra.
Gemias com tons sibilados,
havia um campo de flores silvestres,
em que apenas a Lua iluminava,
acordei meio sonhando,
inteiro te procurando,
apenas me restou aloucando
nas saliências de nossas apetências.

by mghorta  
(citando MamasàSolta)


Sem comentários:

Enviar um comentário