17 de setembro de 2015

Momentos!


Quando de novo se cruzarmos,
em qualquer lugar e momento,
tornar-me-ei de novo teu servo, 
desse teu olhar eternamente belo,
e de tudo o que não posso negar,
da eternidade de nossos momentos,
sentirei de novo a chama do amor,
desmoronando os alicerces da minha razão,
perdido no tempo verei tua sombra fugindo,
procurando nos meus lábios
os beijos de quem fingiu não me notar.


by mghorta



Sem comentários:

Enviar um comentário