6 de setembro de 2015

Faz de Conta!



Faz de conta que não me conheces,
não sabes quem eu sou
não tentarei saber quem és,
se isso ajuda,
faz de conta que somos dois desconhecidos,
não teremos nada a perder,
se um dia ficarmos frente a frente, 
ninguém saberá de nada,
apenas nós o saberemos,
se merecermos ficar,
descobrir-nos ou remexer-nos,
dá-me o que te peço sem complexos,
porque as histórias não são faz de conta,
são meramente de quem as comete.

by mghorta 





De mixordiapoetica

Sem comentários:

Enviar um comentário