1 de junho de 2015

Prefiro a Essência.


Com o passar do tempo,
contei os anos que passaram,
cheguei à conclusão que terei
menos tempo para viver do que aquele que já vivi.
Preso aos fantasmas do passado,
sentido-me menino a chupar chupa-chupa,
os primeiros mordia como não sabendo,
depois aprendi a saborear os chupando.
Reparando no presente e olhando o futuro,
descobri que já não tenho tempo para
lidar com mediocridades de gente baixa.
Os invejosos tentam destruir os que admiro,
cobiçando as amizades que escolhi para mim.
Perdi o tempo para gerir melindres de gente 
sem conteúdo, apenas rotuladas de boas.
Prefiro a essência, meu modo de estar tem pressa,
quero viver rodeado de gente humana,
muito humana mesmo e não de fachada,
gente que não foge à lei da vida,
gente que acredita na sua mortalidade,
são essas gentes que quero acompanhar com verdade.

by mghorta 


Sem comentários:

Enviar um comentário