14 de maio de 2015

Maduro.


Uma constante na vida, e por muitas e diversas vezes, é a questão amadurecer, e sempre que leio ou penso nisso, a primeira imagem que me surge na frente é a fruta verde.

Mesmo que ainda não esteja pronta para consumir, mordiscar ou comer, até que na sua formação seja apetitosa aos olhos, eu aguardo pelo seu tempo, tudo a seu tempo como a natureza manda.

Neste contexto existem os apressados, inventam formas para que tal aconteça o mais rápido para consumir ao seu jeito ou agrado, mas a mim ensinaram em certo tempo para esperar pelas épocas, estou falando de fruta.

Também me ensinaram se enrolar em jornal batata doce, assim ela fica madura mais rápido, para agrado meu a comer.

Tal e qual como acontece com a vida, cursar nela tem os seus pontos altos e baixos, bem como exige tempo, tal e qual como a natureza, o homem cria meios e hábitos para que amadureça no seu tempo ou o mais rápido possível.

Também tem a forma lenta, nessa maneira vamos sendo notados como lentos a tomar as nossas decisões, e como existe a máxima; ''a pressa é inimiga da perfeição'', eu aprendi que amadurecer tem a sua fase oculta, reparem bem:

AMAR_DURO_SER

O crescimento tem fórmulas de  acontecer, pelo Amor natural ou pela Dor, aqui será completamente impossível estar em ambos lados, sem dor não existe amadurecimento, e quem apressa isso, incorre no erro de ficar só, triste e abandonado a um canto como cão danado, porque amar em excessos, tem sofrimento, dor, aprendizagem e repreensões.

Somos sempre aprendizes ao longo da vida, portanto em questão de Amor, as fórmulas não se vendem em lojas de utensílios, como também não se encontra a dar uma topada num paralelo da calçada.

Como amadurecer, sendo ele por si um processo próprio, individual e universal, não serão outros que nos possam incutir maneiras de apressar, assim é como amar, tudo a seu tempo virá.

Desta maneira, vi que amadureci quando abri mão de alguém para que essa mesma fosse feliz ao seu jeito, tombei as vezes suficientes como me levantei, e tu aconteceu a seu tempo.

Também aprendi que amadurecer é guardar a dor, dores quando amigos se nos acercam para pedir um abraço, é compreender que o mundo não gira em meu redor, tudo tem o seu propósito na vida e a seu tempo.

Aprendi que os sentimentos envolvem muito mais que desejar amar, tem que ter respeito pelos actos que fazemos, sendo lentos ou apressados, mesmo que no trajecto eu tenha tombos, é erguer e sorrir como que pedindo desculpas pelos erros no percurso do tempo em que passei a ser maduro.

Assim, eu estou maduro, tanto na dor como no amor, mas isso não quer dizer que aqui esteja patente as fórmulas a seguir.

Por fim, nunca queira colher as frutas antes do seu tempo, o que tiver que acontecer, acontecerá no seu devido tempo, desta forma, todos vivemos o dilema,  nunca queiramos estar sós.

Como o tempo corre desenfreadamente, aproveite todos os momentos e olhando para trás, eu diria;
''Faria tudo precisamente da mesmo forma que fiz...''

Estar maduro é um processo universal que passa por um processo único que é amadurecer, neste aprendemos e erramos, errar e amar sempre valeu a pena.
Fique maduro a seu tempo.

by mghorta


Sem comentários:

Enviar um comentário