5 de maio de 2015

Enfim...


Desdito tempo que não pára,
sou forte, sou fraco,
o tempo não pára,
entre avanços e recuos,
o tempo não pára,
se algo faço, logo erro,
se falo digo asneiras,
o tempo não pára,
entre registos e rascunhos,
o tempo não pára,.

Enfim...
começo a ver o futuro repetido,
e não é isso que quero para ser feliz,
e o desdito tempo,
esse tempo não pára.

by mghorta


Sem comentários:

Enviar um comentário