14 de fevereiro de 2015

Sorrio e Minto.



Não falo baixo nem sou astro,
a léguas de ser distinto,
rio-me alto, esqueço e omito,
desde os primórdios trintas.

Palro muito contando histórias,
sou do tipo mais que sintético,
preocupado com o que pensam,
não tenho não sendo ecléctico. 

Preocupe-me comigo
amando tanto e faminto,
dias alegres aproveito,
os nublados repinto.

Cabeceando declaro-me,
desejos não usam cinto,
senão declarar, não vou amar ,
mesmo que não der, sorrio e minto.

by mghorta

Sem comentários:

Enviar um comentário