15 de janeiro de 2015

Karma.



Caminhando só,
vou criando meu karma,
criando assim dívidas espirituais,
não adianta fazer oferendas
honrando os ancestrais...

No caminho do Nirvana
não é fácil sem dor,
enfrentando tempestades,
nada brilha abaixo do Sol...

Resistindo ao destino,
acabo-me em sofrimento,
aceitá-lo fico em harmonia,
indo como carrossel,
umas vezes baixo, outras por cima,
de infeliz a feliz,
sábio em meio de tumultos.

Olhando os movimentos celestiais,
afinal de conta tudo parece simples,
agora entendo porque não é fácil ser feliz.

by mghorta


Sem comentários:

Enviar um comentário