11 de janeiro de 2015

Hoje.



Hoje tenho a lembrança de um nada,
que foi um instante de um tudo.
Tudo o que o tempo não nos deu ontem
vou viver hoje talvez, AMOR.

by mghorta


Sem comentários:

Enviar um comentário