15 de janeiro de 2015

Espelho Meu!



Quando me olho no espelho,
tantas vezes me odeio,
poucas são as que me amo.
Engano ou não,
acho-me feio quando pareço bonito,
infindável Mar,
que me fazes acreditar,
correndo nas tuas bordas,
onde rios escoam,
talvez um dia me vá Amar.

by mghorta


Sem comentários:

Enviar um comentário