17 de janeiro de 2015

Amor Impossível.



Na quietude da madrugada 
deu-me uma vontade louca de te abraçar, 
de ouvir teus gemidos envoltos de prazer e gozo,
tuas lambidas loucas em meu gémeo, 
o enrolar e aninhar de teu corpo 
no espaço pequeno do nosso reino,
entre murmúrios e palavras confusas do desejo,
excitando-me com a recordação da entrega dos corpos sedentos de tesão.

Também oiço o apelo proibido do nosso Amor,
que tanta vontade queria te ouvir na quietude da noite,
nem que fosse por instantes 
ao ouvido do telefone vermelho.

Nele ouvir teus gemidos e orgasmo,
inocentemente teu corpo o deseja tanto como eu,
o frio não dá motivo de sobra para que não o deseje,
tanto eu como tu e inspirar-nos nos loucos desejos da noite.

Tanto meu corpo semi-nu e o teu,
deitados e envoltos em solidão,
são a razão de nossa paixão no outro lado da linha,
fazemos caricias e amor,
beijos seguem pelo fio ininterruptamente,
insano e louco estou que entregue
aos devaneios na quietude da noite,
solto meu gozo impróprio nestes momentos 
envoltos em puro erotismo.

by mghorta  (citando by mghorta)


2 comentários:

  1. Acontece não é, quando nos apaixonamos por alguém que não podemos ter...
    Resta-nos apenas sonhar, imaginar, desejar...
    Xerooo ;)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enquanto o sonho comandar a vida,
      nunca deixamos de imaginar,
      como também nunca deixar de desejar.

      Bj

      Eliminar