22 de junho de 2014

No teu ventre !



No teu ventre, surge confusão.
No teu ventre, nasceu fruto do teu coração.
No teu ventre tudo é futuro fugaz, 
passado baldio e turvo.
No teu ventre, tudo é oculto.
No teu ventre, tudo é inseguro,
tudo se resume ao pó sem mundo.
No teu ventre, tudo é escuro.
No teu ventre claro e profundo.

by mghorta (citando Miguel Hernández)


15 de junho de 2014

Tumultos em mim.



Noites me atravessam sem luar,
tardes que terminam sem fim.
Um dia vou conseguir te falar,
os tumultos que causas em mim.

by mghorta


">

Lado escuro da Lua.


'Cada um de nós é uma lua e tem um 
lado escuro que nunca mostra a ninguém.'

(Mark Twain)


Uma noite só !


Lua que me atrais
feito noctívago baixo dos céus
em madrugadas sem nuvens véus
eu na rua vi quem não despertais.

Lua cheia é bela e inspiradora
lascivamente e sedutora
cumplicidade de luz que a tantos encanta
infiel no universo e fiel com quem dela espanta.

Lua cheia é tão inspiradora e bela
que na falta de outro alguém
ou até mesmo sem qualquer amor
me apaixono somente por ela.

by mghorta


Lua astro belo.


Lua astro belo e iluminado que reflectes inspiração,
teus rostos misteriosos e enigmas profundos,
Lua que da noite fazes reino em muito coração,
suportada, bela e iluminada, reinas em teus mundos. 

by mghorta


13 de junho de 2014

Ah o Amor !


O Amor nos tira o sono,
tira-nos do sério,
foge o tapete debaixo de nossos pés,
dá-nos coragem para atravessar medos,
fraquezas constantes do nosso interior,
superamos adversidades abismais,
por vezes insuspeita-mente audácia e generosidade.
Mas como tudo começa também acaba,
tornando-se dor e complicação para a vida.
De grosso modo,
é maravilhosamente ladrão
da nossa arrogância.
Quem ama tem de vir calmamente,
bem ao nosso jeito.
Nosso território é enorme,
torna-se castelo com morros altos,
inseguros por vezes nas nossas forças,
vulneráveis na nossa fragilidade,
com altas torres e com ares de importância,
somos difíceis de invadir.
Com o passar do tempo,
a maturidade permite-nos olhar
com menos ilusões,
aceitamos menos sofrimentos,
entendemos com mais tranquilidade
aceitamos querer com mais doçura.
No entanto,
por vezes é preciso recolher-se.
ah o Amor!

by mghorta


O incomodo sofrer !


Vou deixar para sofrer
pelo que é realmente trágico,
não por aquilo que me incomoda,
porque começa a ser impraticável
continuar atravessar dias!

by mghorta (citando Martha Medeiros)


">

3 de junho de 2014

Amar e ser amado !



A arte de satisfação começa quando escrevemos algo e quando muitos chegam à minha página, desejosos de obter algo de novo, algo que não seja repetitivo.

Eu mesmo já passei pelo mundo internauta em muitos lugares que me deliciaram de certas formas, uns que me fizeram inspirar e outros que me encheu todas as medidas, outros lugares em que comentei e copiei.

É um dado adquirido que este mundo vasto do internauta passa por vontades, umas que são saciadas e outras dolorosas, pela vontade descontrolada e insana de nunca ter tido alguma experiência extra-sensorial, ou tipo de frustração ou até mesmo de infelicidade por não terem conseguido realizar as vontades por concreto, ou até mesmo por não terem a vontade de o concretizar mesmo sonhando na completa realização.

Dá parecença o que aquilo que mais tememos, o que mais nos foge, é de facto o que iremos aqui encontrar, um mundo de frustrações em que meu mundo se tornou, poderia até mesmo classificar de um mundo dos desejos insatisfeitos.

Nasci normal, nem belo ou feio, atributos fui os alcançando aqui ou acolá. Fui capacitado por falar bem, mas também disse muito palavrão. Movo-me bem ou mal, mas navego por estes lugares só para me cultivar, se é bom ou mau, só os meus dignos leitores o poderão dizer.

O meu corpo não me trouxe a felicidade que pretendia, eu queria muito mais e mais, desejava trocar com alguém o que fui obtendo através dos anos e tempos, no entanto nada.
Queria ser amado sem limitações, como também queria ter dado em troca sem restrições tudo o que meu corpo emana, bem ou mal era o que pretendia.

No entanto nada disso aconteceu, tudo foi difícil e descontrolado neste mundo em que os sentimentos e as vontades se perderam, e não fui aceite tal como sou. Queria ter sido compreendido, ao mesmo tempo não queria que nada desse em erro, que nenhuma situação me desse sofrimento ou dor, porém tudo isso em todas as minhas relações abortaram, não por eu não desejar aprender, mas porque tudo é vão e fútil neste mundo da blogosfera.

Acreditava eu que amava, que doava amor e seria retribuído, procurei ajudar gentes, mas principalmente ser querido por aquela mulher que eu amei. Fiz tudo o que parecia fazer da minha história de vida fosse um sucesso, nada isso aconteceu e só recebi desamor. E nesse desalento, nas amarguras de minha lágrimas fecho-me em quatro paredes sem saber como sair da solidão, fechado num mundo de silêncio e sem qualquer compreensão.

Neste estado silencioso fui meramente mais um habitante no seio dos sábios, que escolhem o momento certo para se expressarem, bem ou mal mas falam das contrariedades que que abeiram de quem por forças da natureza amam e deixaram seu rasto, só que nada receberam em troca senão o canto do silencio.

Hoje chego à mera conclusão que é necessário soltar o coração, entendi que é preciso soltar as relações e desapegar-se das lamurias e do sofrimento que o mundo nos dá, é preciso um refúgio em que possa acreditar que existe algo superior que nos protege. No entanto neste trilho também nada consegui, somente conquistei negatividade e minha alma, meu corpo ficou de rastos porque me pergunto com todas as dores porque só comigo isto acontece?

Tudo isto só para vos dizer, de todas as lições que aprendi e que hoje aqui escrevo é o resultado de ter observado em meu redor tudo a fluir e eu ficando cada vez mais pobre, mais só, mais restrito e sofrido quando eu somente queria amar e ser amado!

By mghorta